Buscar

50%já - ONU deseja o fim da discriminação contra a mulher


O primeiro item da lista da ONU para alcançar o ODS5 (igualdade de gênero) é “acabar com todas as formas de discriminação contra todas as mulheres e meninas em toda parte”. A ONU se preocupa em identificar os pontos que necessitam de mudança, mas não limita formas de atingi-los.

Cada país membro da ONU fica responsável por discutir e trabalhar sua nação, política e sociedade para alcançar esse objetivo. É preciso, por exemplo, observar a sociedade brasileira, enxergar onde está presente essa discriminação e atuar sobre ela, adotando meios que levem a encerrá-la. Toda vez que acontece um episódio de declínio de contratação de mulheres para desempenhar certos cargos, não avaliando se elas tem bagagem ou qualificação para realizar as atividades, simplesmente pelo fator de serem mulheres, essa cultura de discriminação se alimenta e se fortalece.

Na atualidade ainda é comum ouvir falar, na realidade em que o país vive, em mulheres não sendo contratadas por motivo de senso comum arraigado em frases que se repetem: “mulher engravida”, “mas e se o filho ficar doente? Mulher tem mais risco de faltar”, “mulher tem TPM”. É impossível alcançar esse objetivo enquanto essa repressão, ainda que velada e silenciosa, existir. Ela vai continuar impedindo a mulher a ocupar lugares sociais e trabalhistas.

#50já

Envie uma mensagem

  • ABRA - Facebook
  • ABRA Instagram
  • ABRA Twitter
  • Youtube ABRA

Telefone: 61 9 9250-5315

E-mail: contato@abra.adv.br

 

Brasília - DF

 

 

Site criado em 2018 pela Navegar Consultoria | Atualizado em 2018 pela ABRA