Buscar

IBGE aponta que é preciso discutir igualdade de gênero


Os indicadores sociais brasileiros do IBGE sobre as mulheres revelam que a realidade ainda está longe do ideal na caminhada pela igualdade de gênero. Dados como a diferença de rendimentos e a porcentagem de mulheres na escola ou universidade deixam claro que a falta de qualificação não é justificativa para essa diferença de salários ou para a menor presença de mulheres em cargos gerenciais.

Na pesquisa geral é possível notar que as mulheres dedicam mais tempo que os homens nos afazeres domésticos, o que ajuda a evidenciar a jornada dupla de trabalho: dentro e fora de casa. A pesquisa do IBGE traz de forma prática a importância de se manter uma agenda pública permanente, que coloque a igualdade de gênero como um dos eixos estruturantes da formulação de políticas públicas no País.

É possível observar os indicadores gerais de percentual de presença feminina no quadro abaixo:

Fonte: IBGE

#50já #Notícias

Envie uma mensagem

  • ABRA - Facebook
  • ABRA Instagram
  • ABRA Twitter
  • Youtube ABRA

Telefone: 61 9 9250-5315

E-mail: contato@abra.adv.br

 

Brasília - DF

 

 

Site criado em 2018 pela Navegar Consultoria | Atualizado em 2018 pela ABRA