Buscar

Presença ABRA no programa Diálogo Brasil de 21 de maio


Até onde as propostas de mudanças nos planos de saúde ora em debate no Congresso Nacional são capazes de resolver os problemas do setor, um dos líderes de reclamação nos órgãos de defesa do consumidor? Essa é a questão que o Diálogo Brasil levantou no episódio de segunda-feira. A cobrança de uma franquia, como nos seguros dos carros, foi uma das medidas propostas, contestada pelos dois convidados do programa: a advogada Ildecer Amorim, diretora de Relação de Consumo da Associação Brasileira de Advogadas (Abra), e o professor de saúde coletiva da Universidade de Brasília (UnB) Everton Nunes da Silva, economista especializado em tecnologias e custos da saúde.

Ildecer Amorim fez uma analogia entre as franquias para os planos e a cobrança pela bagagem despachada nos voos domésticos. No entendimento dela, não haverá redução nos preços. Além disso, consumidores idosos e com doenças crônicas serão mais prejudicados. A advogada observou que a mudança de plano não é obrigatória e recomendou “muita atenção na análise dos contratos”. No programa foram discutidas algumas modalidades de associação aos planos, como a coparticipação, as vantagens e desvantagens de cada caso.

Se você perdeu o programa, assista no site da TV Brasil em: http://tvbrasil.ebc.com.br/dialogo-brasil/2018/05/mudancas-nos-planos-de-saude

#Notícias

Envie uma mensagem

  • ABRA - Facebook
  • ABRA Instagram
  • ABRA Twitter
  • Youtube ABRA

Telefone: 61 9 9250-5315

E-mail: contato@abra.adv.br

 

Brasília - DF

 

 

Site criado em 2018 pela Navegar Consultoria | Atualizado em 2018 pela ABRA